Cerca de 76% dos paulistanos não sabem em quem votar para a prefeitura

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2019 08h19
Agência BrasilAs próximas eleições municipais vão ocorrer em outubro de 2020

Se a eleição para a prefeitura de São Paulo fosse hoje, 76,3% dos paulistanos não saberiam em quem votar. É o que mostra pesquisa realizada pelo Instituto Paraná e divulgada nesta segunda-feira (8). A eleição ocorrerá em outubro de 2020.

De acordo com o levantamento, o ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT) foi lembrado por 3,0% na pesquisa espontânea, seguido pelo deputado federal Celso Russomanno (PRB), que tem 1,3% das menções. Em terceiro lugar, aparece o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), com 1,0%.

Abaixo, a lista completa das menções espontâneas:

Fernando Haddad (PT) – 3,0%
Celso Russomanno (PRB) – 1,3%
Bruno Covas (PSDB) – 1,0%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 0,7%
Marta Suplicy (MDB) – 0,7%
Marcio França (PSB) – 0,6%
Paulo Skaf (MDB) – 0,6%
Janaina Paschoal (PSL) – 0,3%
Joice Hasselmann (PSL) – 0,2%
Outras citações – 1,9%

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, o presidente do instituto, Murilo Hidalgo, afirmou que embora “ainda não exista um [nome de] destaque”, é possível que haja um “recall das eleições passadas”, por causa do desempenho de Haddad, Marcio França e Skaff, que concorreram a cargos nas eleições de 2018.

No primeiro cenário da pesquisa estimulada, ou seja, quando os nomes são apresentados aos entrevistados, não sabem em quem votar 4,5% e não votariam em nenhum candidato 13,6%.

O deputado Celso Russomanno aparece com 22,4% das intenções de voto, seguido por Fernando Haddad, com 14,6%, e Márcio França, com 13,1%.

Abaixo deles estão Paulo Skaf, com 10,9% e Bruno Covas, 7,9%.

Na lista abaixo estão as intenções de votos de cada candidato:

Não sabe – 4,5%
Nenhum – 13,6%
Celso Russomanno (PRB) – 22,4%
Fernando Haddad (PT) – 14,6%
Marcio França (PSB) – 13,1%
Paulo Skaf (MDB) – 10,9%
Bruno Covas (PSDB) – 7,9%
Joice Hasselmann (PSL) – 5,9%
Guilherme Boulos (PSOL) – 2,6%
Andrea Matarazzo (PSD) – 2,3%
Gabriel Chalita (PDT) – 2,0%
Filipe Sabará (NOVO) – 0,4%

A esquisa foi realizada com 1.002 eleitores durante os dias 2 a 5 de abril. A margem de confiança é de 95,0% e a margem de erro é de 3,0%. O levantamento foi registrado no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/19.

Avaliação do prefeito Bruno Covas

A administração do prefeito Bruno Covas foi desaprovada por 56,7% dos entrevistados. Já 38,3% a aprovaram. Não souberam ou não quiseram opiniar 5,0%.

A avaliaram como ruim ou péssima por 42,1% dos entrevistados. Por outro lado, 20,2% a consideram boa ou ótima. Não souberam ou não quiseram opiniar 2,2%.