CET: Novo rodízio em SP também vale para rodovias

Segundo a companhia, a única exceção é o Rodoanel. Motoristas que descumprirem a medida poderão ser multados em R$ 130,16 e quatro pontos na CNH

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2020 14h22
PAULO PINTO/AGÊNCIA ESTADO/AERodoanel está fora rodízio emergencial de veículos que entrou em vigor nesta segunda-feira (11)

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que o rodízio emergencial que entrou em vigor nesta segunda-feira (11) vale também para as rodovias de São Paulo. A única exceção é o Rodoanel.

Diferentemente do antigo rodízio, onde a proibição de tráfego de veículos se dava apenas no Centro expandido da cidade, o novo decreto que estabelece o rodízio emergencial, em função da pandemia de coronavírus, vale 24 horas e para todo o território da cidade de São Paulo.

“Inclusive nos trechos urbanos de rodovias, com exceção do Rodoanel, diferentemente de como funcionava o rodízio municipal ordinário, que valia somente no centro expandido”, esclarece a CET. A Rodovia Raposo Tavares, a partir do quilômetro 20, também está incluída no rodízio.

Segundo as regras do novo rodízio, nos dias pares do mês poderão circular veículos com placa final par; nos dias ímpares, circulam os veículos com placa final ímpar.

A CET informou também que não há prazo para o fim do regime emergencial de restrição do tráfego. “Estará em vigor enquanto durar a situação de emergência declarada por meio do Decreto nº 59.283 ou até publicação com determinação contrária.”

Nesta segunda, de acordo com as medições da CET, houve apenas 1 quilômetro de engafarramento na cidade de São Paulo, às 8h30 – na última segunda, foram 11 quilômetros.

Os que descumprirem as regras estabelecidas no decreto poderão ser multados no valor de R$ 130,16, além de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).