Chuvas causam transtornos em São Paulo e mortes no Paraná

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2018 13h43
ROBERTO COSTA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDOAs fortes chuvas alagaram vias de São Paulo e complicaram o trânsito

As fortes chuvas que atingiram São Paulo na noite desta sexta-feira (30) e na manhã deste sábado (1º) causaram transtornos no trânsito e no transporte aéreo na capital paulista. Pontos de alagamento na Marginal Tietê e em outras vias dificultaram o trânsito, enquanto o Aeroporto de Congonhas teve 19 voos cancelados.

No início da manhã, a cidade tinha 40 pontos de alagamento. Só a Marginal Tietê chegou a registrar 11 km de lentidão, e uma das causas foi um alagamento intransitável na altura da Ponte das Bandeiras.

O Corpo de Bombeiros informou que, da meia-noite às 7h, foram registrados 13 chamados para quedas de árvores, 49 para enchentes e 13 para desabamentos e desmoronamentos.

Congonhas

O Aeroporto de Congonhas também foi afetado pelas fortes chuvas. Pelo menos 19 voos foram cancelados e outros 38 atrasaram. Congonhas passou boa parte da manhã operando com instrumentos. No começo da tarde, a situação já estava normalizada.

O caos na capital paulista também afetou outros aeroportos, como o de Brasília, que teve um voo cancelado.

Mortes no Paraná

Na cidade de Itaperuçu, na região metropolitana de Curitiba, dois jovens morreram após serem soterrados por um muro que caiu devido aos ventos e a chuva que atingiram a região na noite desta sexta-feira.

Os adolescentes, de 14 e 17 anos, jogavam futebol quando a chuva começou a ficar mais forte. Eles tentaram se proteger do temporal atrás do muro, que acabou cedendo e matando os rapazes.

A ventania ainda destruiu casas e parte do único hospital da cidade, que ficou alagado.