Fortes chuvas no ES deixam quase 500 pessoas fora de casa

Abastecimento de água foi interrompido em algumas cidades; BR-262 está interditada

  • Por Jovem Pan
  • 15/11/2019 15h48
ReproduçãoSão 249 desalojados, 240 desabrigados, seis feridos e um morto até o momento

De acordo com a Defesa Civil do Espírito Santo, as chuvas que atingem o estado desde a última segunda-feira (11) já deixaram 489 pessoas fora de casa até a manhã desta sexta (15). São 249 desalojados, 240 desabrigados, seis feridos e um morto até o momento.

Os números são referentes às cidades de Alegre, Vitória, Vila Velha, Cariacica, João Neiva, Santa Leopoldina, Piúma, Viana, Domingos Martins e Marechal Floriano, sendo que Viana é a mais atingida, com 81 desalojados e 153 desabrigados. Os seis feridos, bem como o óbito, ocorreram na cidade de Santa Leopoldina, onde aconteceram dois deslizamentos.

No estado, três municípios decretaram situação de emergência: Viana, Cariacica e Alegre.

O coordenador da Defesa Civil de Vitória, Jonathan Jantorno, afirmou que o órgão está atuando 24 horas para atender a população. “Estamos percorrendo as áreas de risco para verificar se há possibilidade de movimentação de solo ou rolamento de blocos. Também estamos monitorando os locais onde aconteceram deslizamentos desde a última terça-feira”, disse.

Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEM), os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas foram registrados em Bom Jesus do Norte (64.4 mm), Santa Leopoldina (58.06 mm), Cariacica (48.51 mm), Guaçui (43.84 mm), Mimoso do Sul (40.4 mm), João Neiva (36.08 mm), São Domingos do Norte (34.46 mm), Itapemirim (28.47 mm), Apiacá (27.4 mm) e Alegre (26.65 mm). Os demais municípios registraram acumulados inferiores a 40 mm.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou nesta sexta que há a interdição total, que será mantida por três dias, na BR-262, entre o km 22 no Complexo Penitenciário de Viana e o km 38 na altura de Santa Isabel e Domingos Martins. O motivo é um deslizamento de terra causado pelas fortes chuvas.

Enquanto isso, quem planejava passar pela rodovia federal para chegar à Grande Vitória pode pegar um caminho alternativo passando pelo Posto do Café e seguindo até Alfredo Chaves e depois Guarapari, chegando até a BR-101.

Previsão do tempo

A previsão continua de chuva para o Espírito Santo. Segundo o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), há previsão de pancadas de chuva com trovoadas na região Sul e Serrana do estado, nesta sexta-feira (15). As chuvas avançam para a Grande Vitória e parte da região Noroeste.

No sábado (16), o tempo continua instável e pode chover durante o dia em todo o Espírito Santo. No domingo (17), o sol volta a aparecer na maior parte do estado, com previsão de chuva fraca em alguns momentos do dia na região norte.

Interrupção do abastecimento de água

Devido à alta turbidez (barro) na água do Rio Santa Maria da Vitória, provocada pelas chuvas dos últimos dias, a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) precisou interromper o abastecimento de água nesta sexta para bairros de Vitória, Serra e Fundão.

O abastecimento será normalizado assim que a água do rio oferecer condições de tratamento. A Cesan recomenda à população que reduza o consumo e evite o desperdício. A lista de bairros afetados pode ser conferida no site.