CNH terá validade maior e aulas em simuladores deixarão de ser obrigatórias, anuncia Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2019 08h17 - Atualizado em 10/02/2019 08h18
J. F. Diorio/Estadão ConteúdoSimulador era obrigatório em cursos de formação de condutores desde 2017

O governo federal vai ampliar o tempo de validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), anunciou o presidente Jair Bolsonaro no sábado (9), por meio de nota publicada em rede social. As aulas em simuladores, exigidas para a formação de condutores desde 2017, também deve ser extinta, de acordo com o texto.

A medida terá o empenho do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, com quem Bolsonaro se reuniu esta semana no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Conforme a nota, “medidas que afetam os caminhoneiros serão extintas ou revistas” e haverá “revisões na questão do emplacamento” de veículos.

Durante a campanha eleitoral, o agora presidente citou que aumentaria de cinco para dez anos o prazo de validade da CNH, que passará por um processo de substituição em 2022, quando um novo modelo do documento, com chip, será adotado.

Para Bolsonaro, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) “emite cerca de 100 resoluções” por ano “atrapalhando a vida de quem transporta no Brasil”. O órgão ficava no Ministério do Desenvolvimento Regional, que foi extinto, e agora é subordinado pela pasta da Infraestrutura.

*Com informações do Estadão Conteúdo