Com histórico econômico, Occhi assume Ministério da Saúde sob “absoluta confiança” de Temer

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2018 11h53 - Atualizado em 02/04/2018 11h56
Reprodução/Planalto“Quero dirigir a palavra a Gilberto Occhi e, ao dirigi-la, dizer que ele tem a nossa absoluta confiança de que continuará a colocar seu talento a serviço do Brasil”, disse o presidente

O até então presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, assumiu nesta segunda-feira (02) o cargo de ministro da Saúde, no lugar de Ricardo Barros (PP), que se desincompatibiliza para disputar o governo do Paraná em outubro. No lugar de Occhi, na Caixa, ficará o então vice-presidente de Habitação do banco, Nelson Antônio de Souza.

Escolhido pelo presidente do PP, Ciro Nogueira, neste sábado (31) em conversa com o presidente Michel Temer, Occhi possui um currículo exemplar na área econômica. Formado em Direito, Gilberto Occhi também é pós-graduado em Finanças e Mercado Financeiro, Gestão Empresarial e Comércio Exterior. Ele é empregado de carreira da Caixa e foi admitido em novembro de 1980.

Segundo o site da Caixa, na qual apresenta sua diretoria, “ao longo de 37 anos de trajetória profissional, passou por diversas áreas da empresa, operacionais e estratégicas, tendo ocupado diferentes níveis e funções gerenciais”.

Occhi também foi vice-presidente de Governo entre 2013 e 2014, Superintendente Nacional entre 2011 e 2013 e Superintendente Regional em Alagoas e Sergipe de 2004 a 2011. Ele ocupou os cargos de ministro da Integração Nacional entre janeiro de 2015 e abril de 2016, e de ministro das Cidades entre março e dezembro de 2014.

Nesta segunda, Temer, em cerimônia de posse, exaltou seu trabalho à frente da Caixa. “Quero dirigir a palavra a Gilberto Occhi e, ao dirigi-la, dizer que ele tem a nossa absoluta confiança de que continuará a colocar seu talento a serviço do Brasil”, disse o presidente.

Ainda sobre o novo ministro da Saúde, Temer ressaltou sobre a liberação das contas do FGTS no ano passado, que beneficiaram cerca de 25 milhões de brasileiros. “Relembrar que, à frente da Caixa, ele garantiu outra vitória ao trabalhador, que foi a distribuição dos lucros do FGTS. Gestão eficientíssima e agora poderá no ministério continuar a zelar pelo bem-estar de todos os brasileiros”, terminou ao discursar sobre Occhi.

Confira a cerimônia de posse na íntegra: