Começa leitura da denúncia contra Temer no plenário da Câmara

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 29/06/2017 15h41
BRA101. BRASILIA (BRASIL), 26/06/2017.- El presidente de Brasil, Michel Temer, participa hoy, lunes 26 de junio de 2017, en una Ceremonia de Sanción de la Ley que regula la Diferenciación de Precio, en el Palacio de Planalto, en la ciudad de Brasilia (Brasil). Temer, que entre hoy y mañana puede ser denunciado formalmente por supuesta corrupción, participó en un acto con empresarios, se mostró sereno y afirmó que "nada" lo "destruirá". EFE/Joédson AlvesEFE- Presidente Michel Temer

Ao lado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), segunda-secretária da Mesa Diretora da Casa, começou a ler na tarde desta quinta-feira, 29, no plenário o conteúdo completo da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer. 

Pelo rito da Casa, a denúncia deve ser lida pela segunda-secretária e a notificação do presidente da República fica a cargo do primeiro-secretário, Fernando Giacobo (PR-PR).

O Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhou no período da manhã à Câmara o pedido de licença para investigar Temer por corrupção passiva. Mariana está lendo as 63 páginas do documento na sessão não deliberativa, que já estava marcada para esta tarde. 

A sessão foi aberta com o quórum de 60 deputados, quando o mínimo necessário era de 51 parlamentares presentes.

Após a leitura, Giacobo vai ao Palácio do Planalto fazer a notificação, que pode ser pessoalmente a Temer ou ao secretário-geral da Presidência, Moreira Franco. “Vou cumprir meu papel institucional”, disse Giacobo. Concomitantemente, Maia despachará a denúncia para Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), colegiado que vai apreciar a denúncia.