Comentário de Carlos Bolsonaro sobre democracia gera críticas de autoridades; confira

  • Por Jovem Pan
  • 10/09/2019 14h59
Wilton Junior / Estadão ConteúdoCarlos publicou mensagem dizendo que "a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade almejada por vias democráticas"

O comentário feito pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, sobre a democracia no Brasil gerou reações contrárias nesta terça-feira (10). Carlos publicou uma mensagem no Twitter dizendo que “a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade almejada por vias democráticas”.

Alcolumbre

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), rebateu a publicação, afirmando que a democracia está fortalecida no Brasil e manifestou “desprezo” por comentários no sentido contrário.

“No Senado, o Parlamento brasileiro, a democracia está fortalecida, as instituições estão todas pujantes, trabalhando a favor do Brasil. Então, uma manifestação ou outra em relação a esse enfraquecimento tem da minha parte o meu desprezo”, disse Alcolumbre quando perguntado sobre o comentário de Carlos.

O presidente do Senado ressaltou que confia na democracia e nas instituições e destacou que está cumprindo um papel para dar “estabilidade” ao País.

Samuel Moreira

O relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), também repudiou a publicação. Para ele, “não há caminho que não seja pela democracia” e “insinuar qualquer opção que não seja pelas vias democráticas é brincar com o Estado de Direito, que por sinal, é democrático e elegeu o presidente”. “Comentário infeliz e insensato do filho dele”, classificou Moreira.

Hamilton Mourão

Em rápida entrevista na portaria da vice-presidência, no Palácio do Planalto, o vice-presidente Hamilton Mourão, por sua vez, afirmou que a democracia é “fundamental”. Questionado se o regime é importante e deve ser mantido no Brasil, ele declarou: ” Vou repetir para você: pacto de gerações, democracia, capitalismo e sociedade civil forte. Sem isso, a civilização ocidental não existe”.

Tabata Amaral

A deputada federal Tabata Amaral (PDT) também se manifestou, perguntando se o vereador sugeriria “a tirania”. “A democracia é o único caminho a se seguir para termos uma sociedade justa, livre e inclusiva. O nosso avanço será pela pluralidade e não pela censura e repressão”, completou.

João Doria

Já o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que vem trocado farpas com o presidente Bolsonaro, rebateu Carlos. Questionado sobre o assunto em coletiva de imprensa, Doria afirmou que “não existe outro caminho possível” para o Brasil que não a democracia.

“Eu penso diametralmente oposto. Só com a democracia é que nós podemos ter um país soberano, livre e capaz de produzir políticas sociais e políticas econômicas. É só com democracia. Não há nenhum outro caminho possível no país. E eu estarei ao lado dos democratas e ao lado daqueles que vão lutar pela democracia”.

* Com informações do Estadão Conteúdo