Complexo da Papuda tem 19 policiais e 14 presos com coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 10/04/2020 21h06
Valter Campanato/Agência BrasilSegundo informações da equipe de trabalho, todos estão com sintomas leves e não são do grupo de risco

Na manhã desta sexta-feira (10), foram realizados testes rápidos nos presídios localizados dentro do Complexo da Papuda, no Distrito Federal. Já são 19 policiais e 14 presos com diagnóstico positivo para o coronavírus. Segundo informações da equipe de trabalho, todos estão com sintomas leves e não são do grupo de risco.

Em relação aos internos, cinco estão  no CIR e nove no CDP. Eles foram isolados e estão recebendo atendimento médico adequado. Os policiais encontram-se todos afastados de suas funções.

No dia de hoje, foram testados os agentes e presos que mantiveram contato com os já contaminados. Ao longo da próxima semana, mais testes serão realizados, a fim de aferir e monitorar as condições dos demais internos.

Além disso, juíza titular da Vara de Execução Penal informou que todas as pessoas presas com sintomas relacionados à Covid-19 estão passando por triagem e sendo isoladas. Àquelas que vierem a ser detida durante a pandemia será adotado o procedimento em curso, de submissão à “quarentena” pelo período de 14 dias.

A magistrada lembra que os presos idosos continuam alocados em bloco e ala específicos, cujas celas são abertas para ventilação desde a hora do café da manhã até as 17h, permitindo que tenham livre acesso ao pátio de banho de sol, e seguem recebendo atenção redobrada.

O Secretário de Segurança Pública informou à juíza que na segunda-feira será avaliado o melhor local para a instalação do hospital de campanha dentro do Complexo da Papuda, após análise relativa aos aspectos de segurança, saúde e estrutura arquitetônica. Uma vez definido o local, a previsão é de que seja concluído em 10 dias. O hospital deve contar com leitos com respiradores para utilização pelo sistema prisional, caso necessário.