Confira os desafios e candidatos a governador de cada estado da região Norte

  • Por Agência Brasil
  • 28/07/2014 13h53
Estados da Região Norte do Brasil

Confira um selecionado com a análise dos candidatos a governador dos estados da região Norte do País: Amazonas, Amapá, Acre, Roraima, Rondônia, Tocantins, Rondônia e Pará.

AM – Sete candidatos disputam o governo do Amazonas, o maior estado do país em extensão territorial, nas eleições de outubro. A indústria, concentrada no Polo Industrial de Manaus, que reúne fábricas das áreas eletroeletrônica, química, de motocicletas, produtos óticos e informática,  está entre as principais atividades econômicas do estado. O setor de serviços também está entre os destaques econômicos. O Amazonas contribui com 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todos os bens e serviços produzidos no Brasil) nacional. Confira aqui outras informações e os candidatos.

TO – O estado do Tocantins, o mais jovem do país, tem 996 mil eleitores aptos a votar nas eleições de outubro. Eles vão escolher um dos seis candidatos a governador da unidade federativa criada em 1988. A agropecuária é a principal atividade econômica, com destaque para o cultivo da soja e a pecuária bovina de corte. O Tocantins contribui com 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional – soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Confira aqui outras informações e quais são os candidatos

AC – No dia 5 de outubro, os acrianos irão às urnas escolher, entre quatro candidatos, aquele que governará o estado nos próximos quatro anos. A economia do Acre tem como base o extrativismo vegetal e a principal atividade é a exploração da borracha. Confira aqui outras informações e quais são os candidatos

RR – Os quatro candidatos ao governo de Roraima terão como desafio tirar o Produto Interno Bruto (PIB) do estado da última posição entre todos os estados brasileiros. Estimado em R4 6,9 bilhões, o PIB de Roraima representa 0,2% do PIB nacional. O estado, no entanto, vem crescendo nos últimos anos. Em 2009, por exemplo, registrou o terceiro maior crescimento do país, 4,6%, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Confira aqui mais informações.

RO – Dono do terceiro maior Produto Interno Bruto (PIB) da Região Norte e 21º do Brasil, o estado de Rondônia contribui com 0,7% do PIB nacional, com R$ 27,8 milhões. A agropecuária é a mola-mestra do desenvolvimento econômico do estado, que tem a carne bovina como principal produto de exportação. A agricultura, sobretudo o cultivo de soja, é também importante fonte da renda local. Confira aqui mais informações.

PA – Aproximadamente 5,2 milhões de eleitores paraense estão aptos a escolher quem governará a segunda mais extensa unidade federativa do país – mais de 1,24 milhão de quilômetros quadrados (km2) divididos em 144 municípios. O Pará, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), tem cerca de 8 milhões de habitantes. Deste total, 50,4% são homens e 49,6%, mulheres. Confira aqui mais informações.

AP – Dos 455.514 eleitores cadastrados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no Amapá (0,319% do eleitorado brasileiro), 3,6% (ou 16.388 pessoas) são analfabetos; 100.339 (22%) não completaram o ensino fundamental e 48.856 (10,7%) têm curso superior completo. São 222.408 homens (48,83%), e 233.106 mulheres (51,17%). Confira aqui outras informações e quais são os candidatos