Congresso volta as atenções ao julgamento da chapa Dilma/Temer no TSE

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2017 09h15

Nesta terça (6)

Céu nublado sobre o Congresso Nacional

As atenções do Congresso durante essa semana devem ficar voltadas para o julgamento da chapa Dilma/Temer no Tribunal Superior Eleitoral, que começa nesta terça-feira (06) e tem previsão para terminar na quinta-feira.

O ritmo dos trabalhos do parlamento nos próximos três dias não deve ser tão intenso. Na Câmara, por exemplo, apenas projetos de menor relevância para o Governo devem ser colocados para votação. Já o Senado pretende votar também nesta terça a Reforma Trabalhista na Comissão de Assuntos Econômicos, mas antes de o julgamento começar.

O discurso de parlamentares governistas continua sendo o de separar as agendas do Judiciário e do Legislativo. O objetivo é passar a mensagem de que os casos envolvendo o governo no TSE e no STF não podem afetar o andamento das votações. É o que demonstra o deputado Pauderney Avellino, do DEM. O processo na Corte Eleitoral já dura mais de dois anos e é possível que continue se arrastando, já que qualquer um dos sete ministros pode pedir vista. Porém, a senadora Vanessa Grazziotin, do PCdoB acredita que pelo cenário atual, esse pedido não demoraria mais do que uma semana.

Ela ainda defende que a chapa deve ser vista como uma só. A primeira das quatro sessões do julgamento da chapa Dilma/Temer está prevista para as sete da noite. O processo julga se houve abuso de poder político e econômico pelos dois nas eleições de 2014.