Convite aceito: Pedro Guimarães vai presidir a Caixa Econômica Federal

  • Por Jovem Pan
  • 22/11/2018 09h31 - Atualizado em 22/11/2018 09h33
José Cruz/Agência BrasilO economista é o responsável na equipe de transição por avaliar estatais que podem ser privatizadas no governo Bolsonaro

Pedro Guimarães é economista e um dos voluntários que estão em Brasília auxiliando o presidente eleito, Jair Bolsonaro, do PSL, e sua equipe durante a transição. O convite feito pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, permitia que Guimarães escolhesse entre a presidência do banco estatal ou o comando da Secretaria de Privatizações – idealizada por Guedes para 2019.

Especialista em privatizações, Guimarães, que trabalhou na BTG Pactual no mesmo período em que Guedes era sócio do banco de investimentos, escolheu a Caixa Econômica. Atualmente, sua função na equipe de transição é analisar quais estatais poderiam ser vendidas a partir de 1 de janeiro.

As privatizações são promessa de campanha de Bolsonaro e uma das bases do plano de Guedes para a economia. De acordo com estudos dos bancos Bank of America Merril Lynch e Brasil Plural, a União pode ter um retorno entre R$ 500 bilhões e R$ 800 bilhões com privatizações.

*com informações de Estadão Conteúdo