Coronavírus: ‘Brasil terá muitos casos porque testaremos muita gente’, diz secretário

De acordo com o Ministério da Saúde, até o momento foram adquiridos 22.9 milhões de testes para identificação do novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 24/03/2020 17h56 - Atualizado em 24/03/2020 18h32
Em coletiva de imprensa, o Ministério

O Ministério da Saúde atualizou na tarde desta terça-feira (24) o número de casos confirmados do novo coronavírus e afirmou que o Brasil pode ser um dos países com “maior número de casos”.

Atualmente, de acordo com dados mais recentes da pasta, o Brasil tem 46 mortes e 2.201 casos da Covid-19.

“Possivelmente o Brasil deverá ser um dos países com maior número de casos porque nós iremos testar muita gente”, disse o secretário da pasta, Wanderson de Oliveira, durante coletiva de imprensa.

O secretário também revelou o número de testes para identificação do novo coronavírus. De acordo com ele, até o momento foram adquiridos 22.9 milhões de testes pelo Ministério da Saúde.

“O total é de 22,9 milhões de testes. São 14,9 milhões de testes de laboratório, conhecidos como testes moleculares e outros 8 milhões de testes rápidos que irão para as unidades de saúde”, explicou.

A pasta esclareceu ainda que a Fundação Oswaldo Cruz adquiriu junto ao governo chinês 2 milhões de testes, além de doações feitas pela Vale (5 milhões de testes) e pela Petrobras (600 mil testes), entre outras empresas ajudaram a ampliar o número total.

“O teste rápido da gotinha de sangue pode ser feito fora dos laboratórios e tem limitações, por isso estamos usando ele de maneira estratégica, em emergência, neste momento. A primeira etapa de testagem será com os profissionais de saúde e segurança”, disse Oliveira.