No Pará, padre preenche bancos vazios de igreja com retratos de fiéis

  • Por Jovem Pan
  • 10/05/2020 15h04 - Atualizado em 10/05/2020 15h05
TARSO SARRAF/ESTADÃO CONTEÚDOPadre Antonio Jailson da Silva

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o padre Antonio Jailson da Silva encontrou uma maneira de preencher os bancos vazios da Igreja Militar de Santo Amaro e Nossa Senhora dos Navegantes, na cidade de Belém, no Pará. Neste sábado (9), ele colocou retratos enviados pelos fieis por toda a igreja e realizou sua tradicional benção.

O Pará é um dos estados mais afetados pelo avanço da Covid-19 no Brasil. Segundo dados da secretaria estadual de saúde (Sespa), já foram registrados 610 mortes e 7.018 casos.

Com o objetivo de aumentar o isolamento social, na última quinta-feira (7), a capital Belém e outras nove cidades do estado entrarem em “lockdown”, nome dado ao bloqueio total da circulação dos moradores.

Segundo determinação do governo, nestes municípios só poderão funcionar estabelecimentos que prestem serviços essenciais.

Interior de São Paulo

Neste domingo (10), o padre Ricardo Rodrigues rezou a missa em homenagem ao Dia das Mães de maneira semelhante na paróquia São Paulo Apóstolo, em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo. Além de ocupar os bancos com as fotografias das famílias, ele ainda transmitiu a celebração nas redes sociais.

Crédito: ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO