Coronavírus: universidades analisam suspensão de vestibulares

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2020 11h42 - Atualizado em 27/03/2020 11h42
Sérgio Castro - Estadão ConteúdoAlgumas universidades afirmaram que até o momento não definiram pela suspensão dos próximos vestibulares

A maioria das universidades ainda não decidiu se vai suspender a realização dos próximos vestibulares, diante do avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

A Universidade de São Paulo (USP) afirma que o calendário de vestibular não foi alterado. As datas do vestibular 2021, que ocorre no fim do ano, ainda não foram definidas.

A Universidade Estadual Paulista (Unesp) disse que até o momento continua com a programação normal. O calendário oficial será divulgado em meados do ano.

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) informa que, por enquanto, não há nenhum indicativo de suspensão do vestibular.

Particulares

A Fundação Getulio Vargas (FGV) afirmou em nota que está analisando a situação. A data de realização da próxima prova do vestibular, a princípio, está prevista para 31 de maio.

A Universidade Cruzeiro do Sul e a Unicid, do grupo Cruzeiro do Sul Educacional, informam que suspenderam momentaneamente as provas presenciais do vestibular. Porém, oferecem o ingresso via Enem, que dispensa a presença física do candidato e, em abril, oferecerá a prova online.

Outras universidades, como a Universidade Nove de Julho, Universidade Presbiteriana Mackenzie, a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e a Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), afirmaram que até o momento não definiram pela suspensão dos próximos vestibulares.

*Com informações do Estadão Conteúdo