Crivella fala em indignação sobre operação Rio 40 graus e exonera servidores

  • Por Estadão Conteúdo
  • 03/08/2017 21h12
Em discurso na tribuna do plenário do Senado Federal, senador Marcelo Crivella (PRB-RJ)Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella se manifestou apenas por comunicado sobre a Operação Rio 40 Graus

A administração do prefeito Marcelo Crivella (PRB) divulgou nota no início da noite desta quinta-feira, 3, declarando que “recebeu com indignação e preocupação a notícia do envolvimento de servidores na operação Rio 40 Graus”. A ação foi deflagrada pela Polícia Federal e prendeu o ex-secretário de obras da gestão Eduardo Paes (PMDB), Alexandre Pinto da Silva, e investiga funcionários de carreira da capital fluminense.

Segundo a nota da prefeitura, o ex-secretário não ocupava mais cargo no executivo municipal. “Ele foi cedido à Câmara Municipal, ainda na gestão passada, em 28 de dezembro de 2016”, informou.

Os funcionários citados na investigação, por sua vez, foram exonerados. “Os servidores Alzamir de Freitas Araújo e Eduardo Fagundes de Carvalho foram imediatamente exonerados após a divulgação das informações da operação. Carlos Frederico Peixoto Pires também foi exonerado da função que exercia na Fundação Rio Águas”, diz o comunicado.