Cunhada de Vaccari pode ser chamada para depor na CPI

  • Por Agência Câmara de Notícias
  • 09/04/2015 16h42

O tesoureiro do PTO tesoureiro do PT

A CPI da Petrobras deve convocar Marice Correia de Lima, cunhada do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, para depor na comissão. Documento apresentado pela deputada Eliziane Gama (PPS-MA) mostra que a cunhada de Vaccari foi a Milão, na Itália, em 2012, e ao Panamá, em 2013.

Marice também é investigada pela Operação Lava Jato. A Polícia Federal apreendeu documentos que registram o pagamento de R$ 244,2 mil da empreiteira OAS para ela.

Eliziane Gama perguntou a Vaccari se a viagem da cunhada a Milão e ao Panamá tinha relação com o transporte de valores para o exterior. E citou depoimento do ex-gerente de Tecnologia da Petrobras Pedro Barusco que disse ter aberto conta em um banco em Milão para receber propina. Ele disse em depoimento, porém, que Vaccari não o acompanhou na viagem.

“Minha relação com minha cunhada é estritamente familiar. Ela trabalha em uma organização internacional e faz viagens constantes”, respondeu o tesoureiro do PT. “O senhor continua afirmando então que é inocente?”, insistiu a deputada. “Os termos das delações premiadas, no que se referem a minha pessoa, não são verdadeiros”, disse.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG), um dos sub-relatores da CPI, disse que vai pedir a convocação de Marice.

A CPI continua reunida no plenário 2.