Decisão do PTB visa proteger integridade de Cristiane, diz Jefferson

  • Por Estadão Conteúdo
  • 20/02/2018 16h15
Valter Campanato/Agência BrasilJefferson escreveu que a decisão foi tomada "diante da indecisão da ministra Cármen Lúcia presidente do Supremo Tribunal Federal em não julgar o mérito neste 1º semestre"

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, afirmou nesta terça-feira, 20, pelo Twitter que a decisão do partido em desistir de indicar sua filha, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), para o Ministério do Trabalho foi tomada para proteger a integridade da parlamentar e para não deixar a administração da pasta paralisada.

Jefferson escreveu que a decisão foi tomada “diante da indecisão da ministra Cármen Lúcia presidente do Supremo Tribunal Federal em não julgar o mérito neste 1º semestre”. A indicação de Cristiane Brasil havia sido barrada por uma série de decisões judiciais e estava no Supremo.

“Agradecemos ao presidente Michel Temer e aos companheiros do partido pelo apoio e respeito com Cristiane Brasil durante esse período de caça às bruxas”, afirmou Jefferson.