Defesa de Cabral cita risco e pede transferência de ex-governador de Bangu para Benfica

  • Por Jovem Pan
  • 13/04/2018 11h39
Agência BrasilVale lembrar que Cabral possuía regalias na cadeia de Benfica, para onde quer voltar

A defesa do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral oficializou pedido para que ele seja transferido de Bangu 8, onde está preso atualmente, para o presídio da Operação Lava Jato no Estado, em Benfica.

O pedido da defesa foi protocolado na Vara de Execuções Penais nesta quinta-feira (12), um dia após o Supremo Tribunal Federal autorizar sua transferência da penitenciária do Paraná para o RJ.

A defesa diz que a ida de Cabral para Bangu pode representar uma ameaça. O advogado Rodrigo Roca escreve: “terá a sua integridade física exposta à retaliação de detentos milicianos e ex-policiais que ajudou a punir durante o seu mandato, como aconteceu na primeira vez em que esteve internado naquele xadrez”.

O advogado fala em “contrassenso” na decisão de transferir Cabral para Bangu. O pedido, segundo ele, é porque a unidade de Benfica é para os presos da Lava Jato e é mais próximo do Tribunal Federal.

Vale lembrar que Cabral possuía regalias na cadeia de Benfica, para onde quer voltar. São elas: “motel” dentro da unidade prisional, “videoteca”, academia, produtos de delicatessen como queijos, frios e bacalhau, camas utilizadas na Rio-2016, livre circulação com proteção de agentes penitenciários, visitas fora do horário permitido e recebimento direto de encomendas.