Defesa de Coronel Lima entra com pedido de liberdade

  • Por Jovem Pan
  • 10/05/2019 17h44
ReproduçãoLima está preso desde esta quinta-feira (9), quando se entregou espontaneamente

A defesa de João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, preso desde a tarde de quinta-feira (9), também entrou com pedido de habeas corpus ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Lima está detido no Presídio Militar Romão Gomes, na Vila Albertina, zona norte de São Paulo. Ele foi transferido para uma unidade militar após pedido do seu advogado.

Eduardo Carnelós, responsável pela defesa de Temer, entrou ontem com o pedido de liberdade do ex-presidente. Ele será apreciado pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na próxima terça-feira (14), pelo ministro Antonio Saldanha Palheiro. Carnelós disse nesta quinta em entrevista a jornalistas que “tem muita confiança que essa situação [a prisão] não irá perdurar por muito tempo”. Perguntado sobre quais seriam os próximos passos caso o habeas corpus de Temer fosse negado, ele afirmou que “não trabalha com hipóteses” e, por isso, “julga tão injusto o pedido de prisão, porque ele foi baseado em hipóteses”.

Lima é apontado como o operador financeiro de Temer e é investigado por corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa por envolvimento no desvio de R$ 1,8 bilhão das obras da usina nuclear de Angra 3, operada pela Eletronuclear.

* Com informações do Estadão Conteúdo