Defesa de Mantega diz que Palocci criou ‘narrativa falsa’ ao acusá-lo de vazamento

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2019 18h05
Ed Ferreira/Estadão ConteúdoPalocci relatou que Mantega estaria envolvidos no suposto esquema de vazamento de informações privilegiadas sobre alterações da Selic

O criminalista Fabio Tofic Simantob, que defende o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, disse, em nota, nesta quinta-feira (3), que o também ex-ministro Antônio Palocci juntou “fatos aleatórios” e criou uma “narrativa falsa” no que diz respeito às acusações de vazamento da taxa Selic para o banqueiro André Esteves.

Tofic argumentou que “nem o Ministério Público Federal caiu na ladainha de Palocci”, em alusão à resistência dos procuradores em aceitar a delação do ex-ministro.

“Palocci fez um admirável feito. Conseguiu juntar fatos aleatórios, sem qualquer relação uns com os outros, para criar uma narrativa falsa mas que fosse capaz de seduzir a polícia, já que nem o MPF caiu na sua ladainha”, afirmou o advogado.

Palocci relatou, em delação premiada, que o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, estariam envolvidos no suposto esquema de vazamento de informações privilegiadas sobre alterações da taxa básica de juros, a Selic, do Banco Central.

O banco é alvo de busca e apreensões da Polícia Federal e da Procuradoria da República no âmbito da Operação Estrela Cadente, uma das etapas da Lava Jato. Uma operação conjunta do Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) e da PF investiga vazamentos de resultados de reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) ocorridos nos anos de 2010, 2011 e 2012.

* Com informações do Estadão Conteúdo