Deputado Hugo Motta diz que Cunha está “muito abalado” com afastamento

  • Por Estadão Conteúdo
  • 05/05/2016 16h12
José Cruz/Agência Brasil Deputado Hugo Motta Relator do deputado Hugo Motta (Republicanos-PB) foi apresentado na comissão especial na semana passada

O deputado Hugo Motta (PMDB-PB) visitou nesta quinta-feira, 5, o agora presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e disse que Cunha estava “muito abalado” e “não falou muito”. 

Segundo Motta, os advogados de Cunha consideraram a decisão do ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal (STF) como “uma interferência” porque não só afasta Cunha da presidência da Câmara como suspende o mandato dele de deputado federal. 

Motta relatou que toda a equipe de Eduardo Cunha agora está aguardando os argumentos de Teori no julgamento da Corte nesta tarde para depois decidir o que fazer. 

Mais cedo, O primeiro-secretário da Câmara, deputado Beto Mansur (PRB-SP), que também esteve reunido pela manhã com Cunha, disse que o presidente afastado da Casa ficou “surpreso e perplexo” com a decisão de Teori.