Dilma critica “golpistas e usurpadores” e diz que lutará para manter mandato

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2016 19h44
EFE - Presidente Dilma Rousseff durante ato "em defesa da democracia" com estudantes no Palácio do Planalto

Em inauguração do novo terminal do aeroporto Santa Genoveva em Goiânia, nesta segunda-feira (09), a presidente Dilma Rousseff defendeu mais uma vez seu mandato. “Assim como lutei para fazer esse aeroporto, vou lutar com todos os instrumentos que tenho, democráticos e legais, para impedir a interrupção ilegal e usurpadora do meu mandato”, disse.

Dilma acusou de “golpistas e usurpadores” aqueles que querem seu impeachment e disse que a história fará o julgamento. “Vou lutar porque mereço o povo brasileiro merece respeito, merece consideração e, sobretudo, a democracia que nós conquistamos com tanto esforço”, bradou ao público presente.

“Não tem como me acusar de corrupção, não recebi propina, não desviei dinheiro público (…) O impeachment é um disfarce para uma eleição indireta. Ninguém aqui votaria para reduzir direitos, para acabar com o Bolsa Família”, continuou a petista.

Em crítica ao processo de impeachment, Dilma falou ainda sobre a legalidade de seu mandato. “Quando eu concorri registrei no TSE um programa de Governo. E é esse programa de Governo que recebeu os votos do povo brasileiro”.

“Quero finalizar dizendo o seguinte: a democracia é, sem dúvida, o lado certo da história. A história julgará os golpistas e usurpadores”.

Novo terminal de passageiros

A presidente afirmou que o novo terminal de passageiros é cinco vezes e meia maior do que o anterior e que a capacidade deste foi triplicada. Ela relembrou ainda a boa avaliação dos aeroportos durante os jogos da Copa do Mundo.

“Cada obra que entrego é para mim uma vitória porque acrescenta mais uma ação, mais um projeto, na construção do nosso país”, afirmou a petista.

As instalações receberam investimentos de R$ 467,4 milhões. A estrutura, que possui 34,1 mil m², vai substituir o terminar atual em definitivo até o fim deste mês. Com o fim da obra, o aeroporto poderá receber 6,5 milhões de passageiros por ano. Em 2015, a demanda foi de 3,31 milhões de viajantes.

O novo terminal possui instalações que garantem mais conforto aos usuários. São 23 balcões de check-in, 11 elevadores, quatro escadas rolantes, três esteiras de restituição de bagagem e sete canais de inspeção (raio-x e detector de metal).