Diretora do Ibope explica avanço de Aécio e queda de Marina nas pesquisas

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2014 09h08

Com as oscilações na última pesquisa Ibope de intenções de voto para presidente, divulgada na nesta terça-feira (16), a diretora do instituto em São Paulo, Márcia Cavallari, disse hoje (17) que a opinião pública está muito sucetível aos fatos da campanha até o final do primeiro turno.

“Tanto em termos positivos, quanto em termos de ataque a uma campanha à outra. Daqui até o final, normalmente, acontecem algumas oscilações pela indefinição e a incerteza que as pessoas têm em seus votos”, explicou.

Questionada sobre o impacto da campanha negativa contra Marina, Márcia explicou que não é possível prever se já se esgotou essa fórmula de desconstruir o candidato. A diretora do Ibope explicou que, nessa altura do processo eleitoral, o eleitor leva em consideração qualquer informação, o que provoca as variações nos números.

“A única coisa que pode acontecer é a migração de voto entre as três candidaturas [as de Dilma Rousseff, Marina Silva e Aécio Neves]. Cada um deles tem um perfil de voto diferente, um perfil de eleitores diferente e pode, dependendo da campanha mais propositiva ou negativa, ter uma migração de votos de um candidato para outro”, disse no Jornal da Manhã.

Márcia foi perguntada ainda sobre a queda de Dilma apesar dos ataques de Aécio à Marina. Ela explicou que a pessebista tem o eleitorado mais homogêneo e a candidata petista tem mais eleitores com menor escolaridade, menor renda e que vivem no nordeste.

“Na verdade, esse movimento não deixa claro que esse movimento pode ter sido de Marina para Aécio e de Dilma para Marina. Um trocando voto com o outro, sem que a gente consiga ver o movimento interno deles”, analisou.

Além disso, Márcia falou que há segmentos que apresentam uma troca mais direta com Marina. Ela exemplificou que, com o eleitorado na faixa de 55 e mais, Aécio ganhou 5 pontos, enquanto que a candidata do PSB perdeu 6 pontos.

Ouça a entrevista completa no áudio com os jornalistas JOVEM PAN Anchieta Filho, Joseval Peixoto e Adalberto Piotto.