Doleiro reafirma que Lula ordenou pagamento a empresa ligada à Petrobras

  • Por Agência Câmara Notícias
  • 11/05/2015 14h32
Lula criticou projeto de lei que altera terceirizações em propaganda do partido a ir ao ar nesta noite

O doleiro Alberto Youssef confirmou à CPI da Petrobras teor de depoimento feito por ele à Polícia Federal em que afirmou que o ex-presidente Lula mandou fazer um pagamento para a agência Muranno Marketing, que prestava serviços à Petrobras.

“Quem me contou isso foi o Paulo Roberto Costa”, disse Youssef, em referência ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobras apontado como beneficiário de propinas de empresas contratadas pela Petrobras para o financiamento de partidos políticos.

Youssef disse à CPI que recebeu de Costa a ordem para que procurasse os dirigentes da Muranno e que o dinheiro saiu da parte que cabia ao PT e ao PP.

“Paulo disse que, na época, foi R$ 6 milhões e pouco e que isso o PT teria que operacionalizar metade. A outra seria do PP. Em determinado momento, Julio Camargo [representante da empresa Toyo] me fez esse repasse de R$ 3 milhões para o PT”, disse.

Youssef depõe neste momento no auditório do edifício-sede da Justiça Federal em Curitiba.