Dores constantes na coluna pesaram na decisão de Barbosa, afirma Rezek

  • Por Jovem Pan
  • 30/05/2014 09h34

O antigo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Francisco Rezek foi nesta sexta-feira (30) questionado sobre a razão que levou o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, a anunciar mais cedo que se esperava a aposentadoria do cargo. Segundo Rezek, a doença na coluna de Barbosa foi determinante.

“A aposentadoria precoce do ministro Barbosa era esperada para o mês de novembro. O que aconteceu foi uma antecipação em alguns meses. A coluna vertebral do ministro vinha causando problemas a ele, dores constantes que se agravaram”, contou no Jornal da Manhã.

Perguntado sobre a posição de advogados de réus condenados no julgamento do mensalão em relação ao anúncio, Rezek falou que o valor do ministro Barbosa “se mede, preferencialmente, pela visão daqueles que não gostam dele”.

“Quem são as pessoas que não gostam do ministro Joaquim Barbosa e por que razões elas não gostam dele? Se você avalia isso, você terá a noção exata da grandeza desse notável brasileiro que é Joaquim Barbosa”, completou.

Ouça a entrevista completa no áudio com Anchieta Filho.