Doria desiste de usar “farinata” na merenda de escolas municipais

  • Por Estadão Conteúdo
  • 19/10/2017 22h14 - Atualizado em 19/10/2017 22h15
DARIO OLIVEIRA/ESTADÃO CONTEÚDOProtestos e repercussão negativa fazem prefeitura recuar no uso da farinata na merenda escolar

A gestão João Doria (PSDB) desistiu nesta quinta-feira, 19, de usar a “farinata” – composto produzido a partir de alimentos próximos ao vencimento – na merenda de escolas municipais de São Paulo. O recuo ocorreu um dia após o prefeito anunciar a ideia, que foi alvo de críticas e não tinha passado por avaliação da Secretaria Municipal de Educação.

Em nota enviada à noite, a Prefeitura não garantiu nem o uso do produto para a população carente, como havia sido inicialmente proposto na semana passada. Disse que a “eventual” distribuição da “farinata” “será de atribuição, principalmente, dos serviços municipais de assistência social” e usada na produção de pães, bolos e sopas.