Após Doria sofrer ameaças, PSDB-SP afirma: ‘Não nos dobraremos a grupos radicais’

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2020 09h48 - Atualizado em 27/03/2020 09h49
Governo de SPDoria registrou boletim de ocorrência após receber ameaças

Marco Vinholi, presidente do Diretório Estadual do PSDB-SP, divulgou nota nesta sexta-feira (27), em que afirma que o partido “não se dobrará” a grupos radicais e que a prioridade continuará sendo “salvar vidas”. O governador João Doria registrou um boletim de ocorrência após sofrer ameaças de morte por telefone.

“É lamentável que alguns poucos radicais usem a ameaça como instrumento político, como têm feito grupos organizados contra o governador João Doria. No momento em que enfrentamos a maior emergência de saúde da história, a prioridade do PSDB de São Paulo e do governador João Doria continuará sendo salvar vidas e resguardar condições de sobrevivência aqueles mais vulneráveis”, diz o texto.

Vinholi completa: “Não nos dobraremos a grupos radicais, aliados a qualquer espectro político, que fazem da violência arma de uma guerra pessoal e eleitoral. A eles, a resposta será a força da Justiça e do crivo popular.

Em comunicado, o Palácio dos Bandeirantes informou que “a Polícia Civil investiga o caso e o governador colabora com a investigação”. A segurança do governador foi reforçada e a Polícia Civil apura a origem da ameaça.