Doria volta atrás e diz que Projeto Guri será mantido pelo governo

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2019 15h27
Roberto Casimiro/Estadão ConteúdoAnúncio foi feito depois que notícias passaram a circular atestando que o programa teria vários de seus pólos fechados por falta de verba

O governador de São Paulo, João Doria, convocou uma coletiva de imprensa nesta segunda (1) para anunciar que o Projeto Guri, que ensina música gratuitamente para crianças e adolescentes no estado, será mantido sem nenhuma mudança.

O anúncio foi feito depois que notícias passaram a circular atestando que o programa teria vários de seus pólos fechados por falta de verba. No fim de semana, uma petição online chegou a reunir mais de 170 mil assinaturas pedindo a permanência do projeto.

Doria afirmou que será necessário descontingenciar mais de R$20 milhões do orçamento estadual para manter a iniciativa. “Começamos a conversar com as organizações sociais para diagnosticar a situação e tomar medidas para mitigar. A medida que será tomada é um descontingenciamento para que tenhamos recursos para destinar ao longo do ano”, justificou.

O governador afirmou ainda que o Guri será ampliado em 2020, com ajuda da iniciativa privada, mas que, por enquanto, ninguém será demitido. “Não haverá demissões. Essa é uma decisão do governador e, por enquanto, quem manda é o governador”, garantiu.

O Guri é maior programa sociocultural brasileiro. Em São Paulo, o projeto atende 64 mil alunos de iniciação musical em 382 polos, incluindo os jovens da Fundação Casa. Mantido pela Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, a iniciativa já acolheu mais de 700 mil estudantes no estado desde que foi fundada, em 1995.

Com Estadão Conteúdo