Dornelles prorroga estado de calamidade pública financeira no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 29/12/2018 11h30
Agência SenadoO governador do Rio de Janeiro em exercício, Francisco Dornelles (Progressistas), prorrogou o estado de calamidade pública financeira no Rio de Janeiro até 31 de dezembro de 2019

O Rio de Janeiro vai se manter em estado de calamidade pública financeira pelo menos até o fim de 2019. Nesta sexta-feira (28), o governador em exercício, Francisco Dornelles (Progressistas), ampliou o prazo da chamada calamidade financeira do Rio de Janeiro até 31 de dezembro do ano que vem, conforme foi publicado no Diário Oficial do estado.

Inicialmente, o projeto que tratava da situação financeira do Rio de Janeiro previa a calamidade até 2020, mas a medida passou por mudanças na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e os paralmentares aprovaram apenas até o fim de 2019. A calamidade financeira teve início em 2016, pouco antes da Olimpíada de 2016, que foi realizada no estado.

O déficit financeiro previsto para o ano que vem gira em torno de R$ 8 bilhões. As receitas devem somar R$ 71 bilhões, mas as despesas serão ainda maiores: de R$ 79 bilhões.

Parlamentares, no entanto, afirmam que o déficit deve ser ainda maior, de R$ 15 bilhões, uma vez que ficará para 2019 a rúbrica de contas a pagar, que soma mais R$ 7 bilhões.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga