Eduardo Bolsonaro diz que PSL precisa ‘ter nas comissões os deputados certos’

  • Por Jovem Pan
  • 20/10/2019 12h39
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Deputado ainda disse que o partido "tem que orientar de acordo com o governo federal"

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou as redes sociais neste domingo (20) para comentar brevemente a crise que tem sido enfrentada pelo partido. Citando a lista que parlamentares assinaram para defender sua indicação à liderança da sigla da Câmara, afirmou que é preciso “ter nas comissões os deputados certos”.

“A semana foi bem conturbada no PSL. Então para que não haja confusão deixo claro aqui que o Dep. Léo Motta assinou a lista para minha liderança, a quem agradeço. O PSL tem que orientar de acordo com o governo federal e ter nas comissões os deputados certos”, escreveu.

Antes, havia sido divulgado que Motta teria assinado a lista de apoio ao deputado Delegado Waldir na disputa pela liderança do partido na Câmara.

O filho de Bolsonaro também gravou um vídeo, compartilhado em seguida por Motta. “Esse negócio de lista para cá, lista para lá, é até natural que haja algum tipo de confusão. Estou aqui para desfazer qualquer tipo de mal entendido e dizer que o deputado Léo Motta está apoiando a minha candidatura para a liderança do PSL”, disse.

Na última quinta-feira (17), foram protocoladas três listas de assinaturas na secretaria Geral da Mesa na Câmara, sendo que duas eram em apoio a Eduardo e uma em apoio ao delegado. As duas primeiras — feitas por parlamentares ligados ao presidente da República — tinham 26 e 24 assinaturas, respectivamente. A outra – feita por aliados ao presidente do partido, Luciano Bivar (PE) — tinha 29. Essa última foi a vitoriosa.