Eike deixa o IML em direção ao Presídio Ary Franco, na zona norte do Rio

  • Por Estadão Conteúdo
  • 30/01/2017 12h07
RJ - LAVA JATO/OPERAÇÃO EFICIÊNCIA/EIKE/PRISÃO - POLÍTICA - O empresário Eike Batista chega ao Presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte do Rio de Janeiro, conduzido por policiais federais. Ele foi preso logo após desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), vindo de Nova York (EUA), esta manhã. Eike teve prisão decretada na Operação Eficiência, desdobramento da Calicute, fase da Lava Jato, no Rio de Janeiro. A operação investiga esquema de corrupção montado pelo ex-governador Sérgio Cabral. 30/01/2017 - Foto: FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDOEike Batista - AE

A Polícia Federal (PF) confirmou, por meio de nota, que o empresário Eike Batista será encaminhado ao Presídio Ary Franco, em Água Santa, zona norte do Rio. O ex-bilionário desembarcou nesta segunda-feira (30), no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, o Galeão, pouco antes das 10h, vindo de Nova York. 

Ele foi levado até a sede do Instituto Médico Legal, no centro da capital fluminense, para exame de corpo de delito, mas deixou o IML pouco depois das 11h, com escolta policial, em direção ao presídio.

Eike não tem o ensino superior completo, por isso pode ficar em um presídio comum. O empresário deve prestar depoimento na terça-feira (31).

O empresário estava foragido desde quinta-feira (26), quando a Polícia Federal tentou cumprir um mandado de prisão preventiva contra ele, como parte da Operação Eficiência, que investiga um esquema de corrupção montado pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral.