Em áudio divulgado por site, Deltan Dallagnol chama proibição de entrevista de Lula de ‘notícia boa’

  • Por Jovem Pan
  • 09/07/2019 19h20
Pedro de Oliveira/ALEPMPF reafirmou que o material é oriundo de "crime cibernético" e "não teve sua veracidade verificada"

O site “The Intercept Brasil” divulgou nesta terça-feira (9) um áudio que teria sido enviado, através de um aplicativo de celular, pelo procurador Deltan Dallagnol a um grupo composto por integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato.

“Caros, o [ministro Luiz] Fux deu uma liminar suspendendo a decisão do [ministro Ricardo] Lewandowski que autorizava a entrevista [do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva], dizendo que vai ter que esperar a decisão do plenário. Agora, não vamos alardear isso aí. Não vamos falar para ninguém. Vamos manter, ficar quietos, para evitar a divulgação o quanto for possível. Porque, o quanto antes divulgar isso, antes vai ter recurso do outro lado, antes isso aí vai para o plenário. Então, assim… o pessoal pediu para a gente não comentar aí publicamente e deixar que a notícia surja por outros canais pra evitar precipitar recurso de quem é… tem uma posição contrária à nossa. Mas a notícia é boa pra terminar bem a semana, depois de tantas coisas ruins, e começar bem o fim de semana. Abraços, falou”, diz o áudio atribuído pelo site ao procurador.

Em comunicado enviado à imprensa, a força-tarefa do Ministério Público Federal reafirmou que o material divulgado pela publicação é oriundo de “crime cibernético” e “não teve sua veracidade verificada”.

“As supostas mensagens atribuídas a integrantes da força-tarefa são oriundas de crime cibernético e não puderam ter seu contexto e veracidade verificados. Diversas dessas supostas mensagens têm sido usadas, editadas ou descontextualizadas, para embasar falsas acusações que contrastam com a realidade dos fatos”, diz a nota.