Em bate-boca no Senado, Kátia Abreu toma pasta de presidente da sessão

  • Por Jovem Pan
  • 01/02/2019 20h02 - Atualizado em 01/02/2019 20h31
Reprodução/TV SenadoNo Senado, Kátia Abreu (PDT) tomou a pasta das mãos do presidente da sessão, Davi Alcolumbre (DEM)

Os ânimos ficaram exaltados na sessão desta sexta-feira (1) no Senado. Durante a votação para decidir se a eleição do presidente da Casa teria voto aberto ou fechado, a senadora Kátia Abreu (PDT) tentou tomar a mesa e pegou a pasta com as respostas aos pedidos de ordem do senador Davi Alcolumbre (DEM), que está presidindo a sessão.

Em um bate-boca com Alcolumbre, Kátia Abreu atacou o senador e afirmou que ele não podia presidir a sessão por ser candidato à presidência do Senado. “Se ele pode presidir, eu também posso”, afirmou a senadora, sentando ao lado dele na mesa. “Eu vou presidir a sessão. O senhor nos respeite. O senhor é candidato, não pode sentar aqui”, gritou. “O senhor está usurpando a mesa.”

Enquanto Kátia Abreu gritava, Davi Alcolumbre anunciou que o Senado decidiu que a votação para a presidência teria voto aberto. “O senhor não vai presidir. Chame o mais velho para presidir. Ganhou, ganhou; perdeu, perdeu”, continuou a senadora.

Depois, Alcolumbre pediu para que Abreu devolvesse a pasta, o que ela se recusou a fazer. “Não vou devolver. Vem tomar”, desafiou a senadora, que desceu da mesa com a pasta nas mãos. Pedindo “um minuto de sanidade”, o senador do DEM voltou a solicitar que Kátia devolvesse a pasta. “O senhor não é presidente, o senhor é candidato, meu amigo. O senhor quer que essa sessão vá parar no Supremo Tribunal Federal?”, retrucou a parlamentar. “Você acha que você pode presidir a sessão que você é candidato, meu amigo? O que é isso? Você ficou maluco?”.

Com a decisão do Senado, os senadores votarão abertamente no próximo presidente da Casa. Entre os candidatos, estão Renan Calheiros (MDB), Alvaro Dias (Podemos), Ângelo Coronel (PSD), Fernando Collor (PROS), José Reguffe (sem partido), Major Olímpio (PSL) e Davi Alcolumbre (DEM)