Em Brasília, manifestantes defendem a ‘CPI da Lava Toga’

  • Por Jovem Pan
  • 30/06/2019 12h55 - Atualizado em 30/06/2019 18h25
Reprodução/TwitterTambém foram inflados em frente ao Congresso bonecos gigantes de Lula vestido como presidiário

Em Brasília, a manifestação deste domingo (30) em defesa da manutenção da Operação Lava Jato e de algumas medidas do governo, como a reforma da Previdência e o pacote anticrime, contou também com críticas a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em meio a faixas e cartazes verde e amarelos, líderes de alguns movimentos de direita e participantes gritaram palavras de ordem pedindo pela CPI da Lava Toga, Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar os magistrados.

Em frente ao Congresso, inflaram ainda bonecos gigantes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com roupa de presidiário e do ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro vestido de super-herói. Outro balão uniu três figuras – Lula, o ministro Gilmar Mendes (STF) e o ex-ministro do PT José Dirceu – a um só corpo.