Em entrevista a Silvio Santos, Bolsonaro defende Previdência e mudanças na CNH

  • Por Jovem Pan
  • 05/05/2019 23h55
Reprodução/InstagramNa conversa de cerca de 30 minutos, presidente também disse respeitar a divisão dos poderes e fez alguns acenos ao Congresso

O presidente Jair Bolsonaro defendeu a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo e reafirmou que quer mudar as regras da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em entrevista exibida no Programa Silvio Santos, do SBT, neste domingo (5).

Na conversa de cerca de 30 minutos com o apresentador, Bolsonaro também disse respeitar a divisão dos poderes e fez alguns acenos ao Congresso. Ele chegou a chamar o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), de “amigo pessoal” e a elogiar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Sobre a Previdência, o presidente argumentou que a alteração do regime de aposentadorias servirá para controlar a inflação e redirecionar recursos para áreas como saúde e infraestrutura.

Silvio aproveitou a fala para também defender a PEC. “Todo ano o governo arrecada e não paga todas as dívidas. Não tem saída. Se não tiver a reforma, vai ter inflação alta e nosso dinheiro vai valer menos.” O assunto dominou a maior parte da entrevista.

Bolsonaro ainda disse que irá encaminhar ao Congresso um projeto de lei para aumentar a validade da CNH de cinco para dez anos. A ideia, segundo ele, é flexibilizar penalizações sofridas por motoristas em rodovias do país. “As pessoas não têm mais prazer em dirigir, qualquer lugar aqui tem radar”, criticou.

Silvio também questionou o presidente sobre a liberação do porte de armas no Brasil. “Isso não pode passar, vai virar faroeste, não vai?”. Bolsonaro rebateu o argumento: “você já foi aos Estados Unidos? Lá todo mundo tem arma. E aqui eu já assinei o decreto de facilitar a posse, o porte é com o Congresso”.

A entrevista também contou com brincadeiras e trocas de piadas entre o presidente e o apresentador. Silvio Santos chamou o convidado de “simpático” e “boa pinta”. Ao responder sobre família e filhos, Bolsonaro falou até mesmo sobre seu desempenho sexual. “Ainda estou na ativa. E sem aditivos.”

As entrevistas com presidentes da República são tradicionais no programa de Silvio Santos. Bolsonaro foi o oitavo chefe do Executivo a participar da atração. Antes dele, José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso, Lula, Dilma Rousseff e Michel Temer também passaram pelo palco do dono do SBT.