Em meio ao julgamento da chapa Congresso tenta impor clima de normalidade

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2017 09h09
Ananda Borges/Câmara dos Deputados Congresso Nacional se reuniu na noite desta terça para votar vetos de Dilma

O Tribunal Superior Eleitoral iniciou o julgamento que vai definir o rumo da política no país: a ação que pede a cassação da chapa Dilma/Temer.

Mesmo com toda a crise cercando o palácio do planalto, o Congresso tenta impor o ritmo normal de votações. O Senado analisa a reforma trabalhista. O presidente da Casa, Eunício Oliveira, do PMDB, diz que o julgamento no TSE não irá atrapalhar os trabalhos.

O Governo espera que a Reforma Trabalhista seja aprovada até o próximo dia 29. Se não houver alterações, ela pode seguir para a sanção do presidente ainda no mês de junho. Já na Câmara, a expectativa fica por conta da data em que a reforma da Previdência será apreciada em primeiro turno.

São duas votações e m plenário. O presidente da Casa, o deputado Rodrigo maia, do Democratas, defende que há clima político para votar a matéria e diz que isso deve acontecer o mais rápido possível. O presidente Rodrigo Maia ainda não marcou as datas de votações da reforma da Previdência.