Em vídeo, João de Deus diz que se entrega ‘à justiça divina e à justiça da terra’

  • Por Jovem Pan
  • 16/12/2018 17h42
Marcelo Camargo/Agência Brasil Ele havia concordado em responder outras questões, mas passou mal

Em um vídeo publicado neste domingo (16) pela jornalista Monica Bergamo da Folha de S. Paulo, João de Deus afirma, pouco antes de procurar as autoridades de Goiás, que se entregaria “à justiça divina e à justiça da terra”.

A prisão ocorreu em uma estrada de terra no município de Abadiânia, às margens da BR 060. A negociação foi feita entre o advogado do médium, Alberto Toron, e o delegado geral da Polícia Civil.

No vídeo, João pronuncia apenas essas palavras. Ainda segundo a colunista, ele havia concordado em responder outras questões, mas passou mal e preferiu não continuar a entrevista.

João de Deus é acusado por mais de 300 mulheres de ter cometido abuso sexual durante sessões de tratamento espiritual. A pedido do Ministério Público, a justiça local havia determinado a detenção na sexta-feira (14).