Empresário é investigado por dar festa mesmo com suspeita de coronavírus

Um dia depois da comemoração, que reuniu 15 pessoas, Francisco recebeu o diagnóstico positivo

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2020 16h59 - Atualizado em 02/04/2020 17h00
ReproduçãoNo dia do evento, Francisco publicou fotos ao redor de uma piscina com os amigos, tomando cerveja e dançando

O empresário Francisco das Chagas Neto está sendo investigado pela delegacia de Carnaubais, cidade localizada a 203 km de Natal, no Rio Grande do Norte, por ter reunido pelo menos 15 pessoas em uma festa particular durante isolamento por suspeita de coronavírus. Um dia depois do evento, ele recebeu o diagnóstico positivo para a doença.

Segundo o portal Diário de Pernambuco, a comemoração ocorreu no dia 28 de março, exatamente uma semana depois do jovem de 28 anos fazer os testes para a Covid-19 no Hospital Municipal de Carnaubais.

Ele postou um vídeo nas redes sociais se desculpando por ter realizado a festa. “Peço desculpa a sociedade, peço perdão a Deus, peço perdão às pessoas que estiveram comigo, peço perdão a você que de alguma forma atingi direta ou indiretamente. Eu estou mal, tenham compaixão. Ao invés de julgar, ao invés de condenar, orem por mim que estou precisando de reza, de força”, disse. “Errei, fui irresponsável, devia uma resposta à sociedade e quem me conhece sabe da minha índole, do coração que eu tenho, vou ajudar muita gente”.

Felizmente, nenhum convidado apresentou sintomas do coronavírus. No entanto, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) informou que todos os presentes foram identificados e assinaram um termo em que se comprometem a cumprir quarentena.

Um dos convidados era de outra cidade, Alto do Rodrigues, que já conta com oito casos suspeitos da doença. Já Carnaubais tem dez suspeitos de contaminação.

No dia da festa, Francisco publicou fotos ao redor de uma piscina com os amigos, tomando cerveja e dançando.