Empresário se suicida na frente do governador do Sergipe e ministro de Minas e Energia

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2019 11h45 - Atualizado em 04/07/2019 12h45
Prefeitura de Aracaju O empresário Sadi Gitz atuava no setor de cerâmicas e cometeu suicídio no evento, em Aracaju O empresário Sadi Gitz atuava no setor de cerâmicas e cometeu suicídio no evento, em Aracaju

Durante o discurso do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, no Simpósio de Oportunidades, que acontecia da manhã desta quinta-feira (4) na Orla de Atalaia, em Aracaju, o empresário identificado como Sadi Gitz atirou contra si. Também estava presente no local o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Sadi Gitz estava na plateia quando se levantou e cometeu o ato, interrompendo o evento. De acordo com a Revista Veja, ele era um empresário do setor de cerâmicas e seu negócio estaria em recuperação judicial por conta da alta do preço do gás cobrado pela concessionária Sergás, empresa que administra o combustível no estado do Sergipe. Isso teria gerado cerca de 600 demissões diretas e indiretas.

Pelo Twitter, o Governo do Estado de Sergipe lamentou o ocorrido e declarou que o Simpósio, que trataria de questões do novo cenário do gás natural no Estado, foi cancelado.

A Polícia Militar e o IML (Instituto Médico Legal) foram chamados para recolher o corpo.