Encontro com Meirelles foi para reforçar apoio do Centrão a ministro, diz Rosso

  • Por Estadão Conteúdo
  • 14/12/2016 13h20
Brasília - Presidente da Comissão Especial do Impeachment, Rogério Rosso, concede entrevista exclusiva à Agência Brasil (Marcelo Camargo/Agência Brasil)Rogério Rosso

O líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), disse na manhã desta quarta-feira, 14, que o objetivo do encontro de parlamentares do chamado “Centrão” com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, foi marcar posição e manifestar apoio à condução da política econômica. A reunião ocorre num momento de acirramento na disputa pela presidência da Câmara contra o bloco formado pelo PSDB, DEM e PPS.

O movimento dos partidos é uma reação às conversas de que o PSDB gostaria de ter mais influência na área econômica do governo. Aos jornalistas, Rosso disse que foi até Meirelles reforçar seu apoio. “Fui lá para isso”, resumiu.

De acordo com o líder do PSD, Meirelles estava animado com a aprovação da PEC do Teto no Senado e confiante de que a Reforma da Previdência avançará na Câmara. 

Rosso disse que Meirelles reiterou que o País nunca passou por uma crise tão profunda como a vivida agora. Ainda assim, o ministro disse aos parlamentares que prevê um crescimento da economia de até 1% e de 2,5% a partir de 2018.