Entrega de 3 milhões de doses da Janssen ao Brasil será adiada, diz Saúde

Previsão inicial era de que doses da vacina norte-americana fossem entregues ao Governo Federal nesta terça-feira, 15

  • Por Jovem Pan
  • 14/06/2021 14h02 - Atualizado em 14/06/2021 15h20
EFE/EPA/ROB ENGELAAR/ArchivoEntrega de vacinas ao Brasil deve ocorrer ainda nesta semana

O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira, 14, que a entrega de 3 milhões de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19 – que estava prevista para esta terça-feira, 15, no Brasil – será adiada. Segundo a pasta, uma nova data de entrega deve ser fornecida pelo laboratório em breve. “A expectativa é de que as doses cheguem ainda esta semana ao país em três remessas”, afirma posicionamento do órgão. O motivo da suspensão não foi esclarecido. Em nota, a Janssen afirmou que segue dialogando com o Ministério da Saúde e com autoridades locais para “disponibilizar a vacina no país o quanto antes” e disse que trará novas atualizações assim que possível. “A companhia está comprometida em oferecer acesso global igualitário à sua vacina contra a COVID-19 em um modelo sem fins lucrativos para uso emergencial durante a pandemia. Como parte deste compromisso, reconhece a importância de assegurar que as pessoas no Brasil tenham acesso ágil à sua vacina.”, diz documento. O uso emergencial da vacina produzida pelo braço farmacêutico da Johnson & Johnson foi permitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no fim de março. Ao contrário de outros imunizantes aplicados no Brasil, ela funciona apenas com uma dose.