Equipe de transição define os 22 ministérios do governo Bolsonaro; veja a lista

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2018 19h35
Acervo/Câmara dos DeputadosImagem de arquivo da Esplanada dos Ministérios

O ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, apresentou na tarde desta segunda-feira (3), em coletiva de imprensa, a estrutura definitiva da Esplanada dos Ministérios no governo de Jair Bolsonaro. De acordo com ele, serão 22 ministérios – incluindo o Banco Central (BC) e a Advocacia-Geral da União (AGU). Esses dois últimos, porém, devem perder o status durante a próxima gestão, reduzindo o número de pastas a 20.

Mais cedo, em entrevista à Rádio Gaúcha, Onyx confirmou que o Ministério do Trabalho deixará de existir e explicou que suas funções serão divididas entre os Ministérios da Justiça, da Cidadania e da Economia.

Confira a lista:

  • Casa Civil
  • Secretaria-Geral da Presidência da República
  • Secretaria de Governo
  • Gabinete de Segurança Institucional (GSI)
  • Advocacia-Geral da União (AGU) – deve perder o status de ministério
  • Banco Central – deve perder o status de ministério
  • Economia
  • Agricultura
  • Meio Ambiente
  • Direitos Humanos
  • Ciência, Tecnologia e Comunicação
  • Relações Exteriores
  • Defesa
  • Cidadania
  • Educação
  • Saúde
  • Justiça e Segurança Pública
  • Turismo
  • Infraestrutura
  • Desenvolvimento Regional
  • Transparência
  • Minas e Energia

*Com informações da Agência Brasil