Ernesto Araújo: transferência de embaixada para Jerusalém pode ser anunciada em viagem a Israel

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2019 19h27 - Atualizado em 25/03/2019 20h29
Alan Santos/PRO ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, falou ao Os Pingos nos Is nesta segunda-feira (25)

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que o Brasil pode anunciar a mudança de sua embaixada em Israel para Jerusalém durante a viagem que o presidente Jair Bolsonaro fará ao país a partir deste sábado (30). “Estamos preparando os acordos e vendo se será possível fazer o movimento em relação a Jerusalém”, disse em entrevista ao Os Pingos nos Is nesta segunda-feira (25).

Segundo o chanceler, a equipe do governo está estudando a possibilidade de fazer o anúncio durante a visita. “Nós estamos trabalhando para dizer o que será nossa perspectiva em relação a Jerusalém. Estamos estudando exatamente que forma tomará isso”, explico Araújo.

Para o ministro, a visita a Israel solidifica uma nova relação entre os dois países. “Há uma nova relação entre Brasil e Israel, uma confiança mútua que ficou muito clara na visita do [primeiro-ministro Benjamin] Netanyahu”, disse.

Estados Unidos e China

Ernesto Araújo também comentou sobre as relações comerciais do Brasil com os Estados Unidos e a China. Para ele, a aproximação com os americanos não prejudica a relação com os chineses. “O que nós vivemos é uma retomada de uma parceria natural e subaproveitada com os Estados Unidos, não significa que tenhamos que tirar da jarra da China para colocar na dos EUA”, explicou. “Uma relação com os Estados Unidos gera mais interesse na China.”

O chanceler afirmou que pretende dinamizar a relação com a China e quer que o país exporte produtos com maior valor agregado para os asiáticos. “Vamos coordenar as nossas pautas em todas as áreas para barganhar melhor nosso acesso ao mercado chinês, que pode ser muito melhor aproveitado”, disse.