Ernesto Araújo vai à Colômbia para acompanhar situação na fronteira com a Venezuela

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2019 21h18
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoNo sábado, chanceler vai a Roraima para acompanhar ajuda humanitária

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, anunciou que embarcará nesta sexta-feira (22) para Cúcuta, cidade colombiana que fica na fronteira com a Venezuela, para “participar de evento em torno da ajuda humanitária ao povo venezuelano, organizado pelo presidente [da Colômbia] Iván Duque, com presença de autoridades de outros países”.

Em rede social, o chanceler afirmou que a viagem foi determinada pelo presidente Jair  Bolsonaro. No sábado (23), Ernesto Araújo desembarcará em Roraima para acompanhar a distribuição de ajuda humanitária colocada à disposição da população venezuelana pelo governo brasileiro em cooperação com os Estados Unidos.

Sábado é considerado o “dia D” no processo de ajuda ao povo vizinho ao Brasil. O presidente interino Juan Guaidó marcou a data como início da entrada de ajuda humanitária estrangeira no país. De acordo com o líder oposicionista e presidente do parlamento, as doações partirão de dois pontos: Cúcuta, na Colômbia, e Pacaraima (RR), no Brasil.

No entanto, com a fronteira fechada pelo ditador Nicolás Maduro, isso pode não acontecer. Assim o clima na região deve ficar mais complicado. O chanceler brasileiro também destacou no  Twitter que estará em Bogotá (Colômbia) na próxima segunda (25) para reunião do Grupo de Lima, com o vice-presidente Hamilton Mourão.

*Com informações do Estadão Conteúdo