‘Estamos enfrentando e desativando um golpe’, diz ministro venezuelano

  • Por Jovem Pan
  • 30/04/2019 09h01
Rayner Peña / EFEMais cedo, Juan Guaidó anunciou que "a família militar deu o passo, de uma vez por todas", para se unir à oposição a fim de acabar com a "usurpação" que Nicolás Maduro faz do Governo

O governo venezuelano afirmou, nesta terça (30), que está “enfrentando e desativando” um plano golpista liderado pelo líder opositor Juan Guaidó. A fala, feita pelo ministro de Comunicação do país, Jorge Rodríguez, aconteceu após um pronunciamento do autoproclamado presidente em uma base aérea militar.

“Informamos ao povo da Venezuela que neste momento estamos enfrentando e desativando um reduzido grupo de soldados militares traidores que se posicionaram no Distribuidor Altamira para promover um golpe de estado contra a Constituição e a paz da República”, indicou o ministro.

“A esta tentativa foi acrescentada a extrema direita golpista e assassina, que anunciou sua agenda violenta há meses. Chamamos o povo a se manter em alerta máximo para, junto à gloriosa Força Armada Nacional Bolivariana (FANB), derrotar a tentativa de golpe e preservar a paz”, prosseguiu.

Mais cedo, Guaidó anunciou que “a família militar deu o passo, de uma vez por todas”, para se unir à oposição a fim de acabar com a “usurpação” que Nicolás Maduro faz do Governo. “A todos os que estão nos escutando: é o momento, o momento é agora, não só de calma, mas de coragem para seguirmos adiante. Vamos recuperar a democracia e a liberdade na Venezuela”, convocou.

No vídeo gravado com o anúncio, Guaidó aparece acompanhado pelo líder opositor Leopoldo López, líder do partido Vontade Popular (VP), foi libertado hoje em Caracas, onde cumpria uma pena em regime de prisão domiciliar.

Com Agência EFE