Turista é assassinado em praia de Paraty, no Rio

O lituano Adam Zindul, de 37 anos, foi assassinado nesta madrugada. Sua mulher, que é brasileira, foi estuprada pelo criminoso. Um suspeito foi preso e encaminhado a delegacia local

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2020 14h14 - Atualizado em 06/02/2020 15h13
Reprodução / TwitterPraia do Sono, em Paraty

O lituano Adam Zindul, de 37 anos, foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (6) na Praia do Sono, a 30 quilômetros do centro do município de Paraty, no litoral do Rio de Janeiro. Sua mulher, que é brasileira, mas não teve o nome divulgado pela polícia, foi estuprada pelo criminoso dentro da casa onde ela e o marido estavam.

Segundo a Polícia Militar, a mulher foi socorrida e levada ao Hospital de Paraty. A área foi isolada e uma perícia realizada pela Polícia Civil.

De acordo com a Polícia Civil, um suspeito de ter cometido os crimes foi preso por policiais militares e encaminhado à Delegacia de Paraty (167ª DP), que investiga o caso. O suspeito está sendo ouvido pela polícia.

A Praia do Sono apareceu na mídia em 2002 quando cinco pessoas, entre elas um turista argentino, contraíram malária.

Só é possível chegar à Praia do Sono de barco ou por uma caminhada de duas horas por uma trilha em meio à floresta de Mata Atlântica. Mesmo assim, é muito procurada por turistas, principalmente estrangeiros.

*Com informações da Agência Brasil