SP: PMs que agrediram alunos em escola estadual são afastados

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2020 11h12 - Atualizado em 19/02/2020 11h59
ReproduçãoEm uma das cenas é possível ver que um dos policias chega a apontar a arma aos estudantes

A Polícia Militar de São Paulo afastou da corporação seis homens filmados agredindo estaduantes da Escola Estadua Emygdio de Barros, em Rio Pequeno, na zona oeste da capital paulista nesta terça-feira. As imagens foram divulgadas nas redes sociais por alunos durante a intervenção dos PMs nos corredores do colégio.

Conforme as imagens, pelo menos seis PMs e dois alunos estão envolvidos na ocorrência. A motivação da confusão seria o cancelamento da matricula de um estudante de 18 anos que, segundo a diretora da instituição, foi desligado por falta de frequência.

Em uma das cenas é possível ver que um dos policias chega a apontar uma pistola para os estudantes. De acordo com o Boletim de Ocorrência, “um ex-aluno se recusava a sair da sala de aula” e a diretora acionou as autoridades. Os estudantes foram detidos e levados ao 91º DP por desacato.

(Veja o vídeo abaixo publicado pelo repórter Leonardo Martins).

Afastamento

A Polícia Militar decidiu afastar seis policiais que aparecem no vídeo.

De acordo com o G1, a PM esclarece que “os seis policiais envolvidos na ocorrência já foram identificados”.

“Assim que tomou conhecimento o comandante da área determinou a imediata instauração de inquérito policial militar para a rigorosa apuração dos fatos. O comandante também afastará os envolvidos da atividade operacional até o término das investigações”, informou a corporação.