‘Eu vou conversar com o parlamento, todo mundo vai’, afirma Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2018 19h58
Ernesto Rodrigues/Estadão ConteúdoPresidente eleito disse que toda sua equipe tem que "jogar a bola para a frente"

“Eu também vou conversar com o parlamento, todo mundo vai”, disse nesta terça-feira (27) o presidente eleito Jair Bolsonaro, em meio a divergências entre sua equipe de transição sobre a articulação política do novo governo. Para ele, todos fazem parte de um time e têm que “jogar a bola para a frente”.

A polêmica começou com a nomeação do general Carlos Alberto dos Santos Cruz para a Secretaria de Governo, pasta tradicionalmente responsável pela interlocução com o Congresso Nacional. Apoiadores de Onyx Lorenzoni (DEM), que vai para a Casa Civil, reclamavam que sem a função, ele teria poderes esvaziados.

Agora, Bolsonaro informou que o “comando” da função será de Onyx, mas que Santos Cruz também atuará com parlamentares. “Não podemos sobrecarregar demais uma pessoa no ministério”, justificou o futuro presidente. Ex-chefe de missões da Organização das Nações Unidas (ONU) o general é tido como “inexperiente” para a função.

Bolsonaro discorda das críticas. “Santos Cruz é uma pessoa que vai surpreender no trato com os parlamentares, sabe como funciona o parlamento”, defendeu, e voltou a destacar que o diálogo governo com o Poder Legislativo será por meio das bancadas e não de partidos.

*Com informações do Estadão Conteúdo