Ex-ministro do Esporte, Leonardo Picciani é autuado em blitz da Lei Seca no RJ e não poderá dirigir por um ano

  • Por Jovem Pan
  • 26/11/2018 13h39
Marcelo Camargo/Agência BrasilO deputado dirigia uma moto Harley Davidson no momento da abordagem e se recusou a fazer o teste do bafômetro

O deputado federal pelo Rio de Janeiro e ex-ministro do Esporte, Leonardo Picciani, foi autuado por dirigir sob a influência de álcool após ser parado em uma blitz da Operação Lei Seca na noite deste domingo (25), na Avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca.

A informação é do jornal Extra. Segundo a publicação, Picciani ficará com o direito de dirigir suspenso por um ano. O deputado dirigia uma moto Harley Davidson no momento da abordagem e se recusou a fazer o teste do bafômetro. A moto só foi liberada para outro motorista.

Leonardo é filho do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, que foi preso na Operação Cadeia Velha e cumpre prisão domiciliar desde março.

Há poucos dias Leonardo foi eleito presidente do diretório estadual do MDB do RJ pelos próximos dois anos. Sem conseguir reeleição, Leonardo Picciani será, a partir de 2019, o quarto suplente da coligação MDB-DEM-PP-PTB na Câmara.